Marcos Clark. Tecnologia do Blogger.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

A falta que a falta faz


Sinto falta das tarde de domingo chuvosas.
Sinto falta do companheirismo incondicional.
Sinto falta de rolar na cama por cócegas.
Sinto falta da liberdade prisioneira.
Sinto falta das piadas internas.
Sinto falta de mãos dadas.
Sinto falta de sua demora no banho.
Sinto falta de velar por teu sonho.
Sinto falta de admirar sua beleza dormindo.
Sinto falta de quando ficava brava.
Sinto falta da TPM e de me estressar com você.
Sinto falta das viagens de carro.
Sinto falta do abrigo em seus braços.
Sinto falta da amiga que tive.
Sinto falta dos segredos trocados.
Sinto falta de edredon, suor e calor.
Sinto falta de amar.

Sinto falta do que nunca tive.
Sinto falta de você que não existe.

7 Comente aqui:

absurdotedioso disse...

Perfeito. *-* - Comentário vazio, porque estou sem palavras, ok?

Uuri disse...

Sinto falta de você que não existe


vivo isso.
sonho [sonho de dormir mesmo] com uma bela dona que nao sei se existe, e se existe, não sei onde está.
quero um amor pra chamar de meu e ao mesmo tempo quero um tempo pra viver só de mim e dela, nós dois, a sós.

Nathália von Arcosy disse...

Absurdamente surpresa pelo texto. De uma forma deliciosamente positiva, claro. Afinal, me sinto preenchidas de faltas das faltas nesse momento.

Teu texto ativa o meu desejo de adrenalina. Nas mínimas coisas.

Anônimo disse...

Lindo

Larissa disse...

Eu também sinto falta de tudo o que não vivi, pra dizer melhor, sinto falta de tudo que eu queria ter vivido, e não vivi.

samlai_vedovatto disse...

Sentir falta do que não existe nos mostra como a nossa mente age, mostrando como isso tudo que queremos é bom e deixando claro como somos infelizes, parece que falta ação por parte das pessoas, na verdade, não sei se sentir falta do que existiu não é melhor.

Sabrina disse...

lindo, me identifiquei total --'

Postar um comentário

  ©Juventude Envelhecida - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo